Carlos Felipe é um homem elegante, educado e fino. Sua vida segue aparentemente em equilíbrio, mas seu universo é repleto de pequenos problemas. A partir daí técnicas de equilibrismo, malabares e palhaço são usadas para que Carlos Felipe e a platéia divirtam-se sem parar. Um espetáculo simples, quase sem texto, baseado na relação entre o artista, o público e o espaço a sua volta.

 

O ARTISTA

Cafi Otta começou seu aprendizado circense há mais de 20 anos. Especialista nas técnicas de malabarismo, monociclo, equilibrismo, acrobacia e palhaço, já trabalhou com alguns dos mais importantes grupos de circo de São Paulo: Acrobático Fratelli, Circodélico, Nau de Ícaros, Pia Fraus, Fractons e Circo Mínimo. Em 2004 participa da criação do Grupo Namakaca. Durante as muitas aventuras da trupe conquistou o prêmio de Melhor Ator de Rua no 1o Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora.

Adquiriu também grande experiência internacional participando de diversas convenções e encontros de malabaristas na Escócia, Alemanha, Holanda,  Eslovênia e Espanha.

Em 2012 protagonizou o espetáculo Jucazécaju, com direção de Carla Candiotto. 

Atualmente dedica-se também a prática de maratonas de monociclo. Já completou seis provas, três na Alemanha, uma em São Paulo, uma na Noruega e uma no Canadá.

FOTOS

><
1/2

FICHA TÉCNICA

Direção: Grupo Namakaca

Atuação, figurino, cenário e trilha sonora: Cafi Otta 

Produção: Grupo Namakaca

Duração: 45 minutos